sexta-feira, 18 de julho de 2008

OK - Está contido:

Alguém me contém?

A busca por termos aleatórios todos nós conhecemos. Apenas digitamos a esmo os termos individualmente e o que encontramos? Um monte de baboseiras.

Uma pequena aspas:
Isto me fez lembrar uma palestra em que o profissional falava sobre a web semântica e dizia o quanto os motores de busca são "burros" e outras coisinhas insignificantes a mais. Não especificou qual, mas utilizou exemplos "inteligentes" do Yahoo. Ora! Não querendo dizer que a web semântica é infeior às técnicas de busca que temos hoje, afinal tudo é uma questão de evolução natural das coisas e um dia a web semântica será muito grata aos motores de busca atuais, como eles o são ao Gopher.

Vamos fazer uma comparação simples. Chego a você leitor e digo (ou teclo), com soberba: TERRA. O que acontece? Você no mínimo me perguntaria: O que é que tem a terra? Sim, por que bilhões de conexões se farão no seu cérebro pra tentar interpretar ou pré-dizer o que eu quero, não é verdade? Pois é isso o que acontece com os motores de busca hoje. E o que o usuário pode fazer pra melhorar as respostas? Melhorando as perguntas. Conhecer os recursos do motor de busca e tentar utilizá-los de maneira a obter os melhores resultados é melhorar as perguntas. Certo? Corretíssimo, então continuemos.
Fechando aspas.

Melhorando a busca passamos a montar os termos de forma a utilizar palavras que se relacionem. Lá no início de nossas postagens onde faço algumas considerações sobre conselhos gerais de busca eu já falo sobre quanto maior o acervo de termos técnicos e específicos sobre o assunto melhor será a restrição de busca emsites com melhor conteúdo.

Outra forma de busca de termos seria alterar a ordem dos mesmos. Também lá atrás eu já falei sobre a relevância, que é diretamente proporcional à sua posição na construção dos termos de busca.O que significa que o primeiro terá maior significância que o segundo e asim sucessivamente.

Numa busca mais precisa, apenas os colocamos, os termos, entre aspas. o que faz com que o Google busque pelo que está entre aspas exatamente. É lembrarmos do post uma frase exata e verá que são buscas totalmente diferentes. Desta forma é que professores universitários reprovam trabalhos acadêmicos, sem nem mesmo dar prosseguimento à leitura do mesmo, e o aluno acaba não "entendendo" o por quê.

E se formos pesquisando estas variantes poderíamso até fazer um compêndio sobre buscas de termos e arranjos, por exemplo.

Mas o que precisamos ver agora é justamente saber como achar páginas que fazem referência explícitas a um determinado portal ou URL, lembra da postagem sobre URL? Pois é, se quisermos saber quem aponta para uma determinada URL basta digitar:

"www.google.com.br"

E o resultado será as páginas que fazem referência exata para o portal brasileiro do Google.

Quem utiliza a barra de ferramentas do Google terá mais facilidade de checar, basta utilizar a "caneta hidrocolor virtual", se é que podemos chamá-la assim, que destaca o termo da busca. Aliás prometo postar sobre a barra de utilidades do Google. Já temos mais de 55 posts programados e vou procurar encaixar mais este.


Então é isso. Uma simples informação, mas que faz parte do rol de formas de busca do Google e que por isso eu não poderia omitir.

Até a próxima!!
_____________________________________________________